SER: Quem realmente você é!

c7353389b8538598dce8aeef3f1a1a49Em realidade a armadura (Veja: Nossos Piores Inimigos: Mente, Personalidade e Entidades astrais) deveria ser ocupado pelo Ser e não pela personalidade, mente e entidades, o Ser é o que realmente somos, nossa expressão da criação. O Ser Humano, ou a expressão humana do Ser. É a junção de sabedoria e amor. Ao longo da história e de repetitivas existências fomos perdendo a expressão do ser, com isso a personalidade, mente e entidades foram ganhando cada vez mais força e fomos nos tornando fantoches de nossos desejos, sentimentos e pensamentos.

Ao longo da história seres vieram e por algumas existências se expressaram fortemente através do corpo físico, através da armadura. Como por exemplo grandes homens e mulheres como Rei Arthur, Jesus, Maria Madalena, e tantos outros. Quando estavam encarnados expressavam-se diretamente com seu SER. E isto é o que devemos buscar resgatar em nós mesmos, a expressão do ser, a verdade de quem realmente somos.

Para que isso aconteça, precisamos eliminar a personalidade e as entidades astrais que nos habitam e disciplinar a mente, retirando a energia que eles a consomem e canalizando isso ao SER. Para o ser poder se expressar neste veículo físico, é necessário uma equalização de energia entre o SER e a armadura. Caso a energia esteja em níveis diferentes, quem toma conta da armadura são as entidades, a personalidade e a mente.

O que temos na atualidade da humanidade é uma queima desenfreada de energia, perda de energia sexual e também do roubo da energia através do sistema corrupto que governa a humanidade no astral, bem como alimentação inadequada, transgênicos, agrotóxicos, açúcar, flúor e cloro na água e alimentos industrializados.

O ser adquire as virtudes e características de cada reino com o qual interage. A interação com os elementais dos minerais lhe é atribuído as pedras preciosas da consciência e do coração, por exemplo. A interação com o reino vegetal lhe é atribuído a formação dos chacras que é uma semente germinada onde que vai crescendo formando uma arvore interna, onde cada chacra é uma flor que desabrocha desta árvore.

Nossos Piores Inimigos: Mente, Personalidade e Entidades astrais.

demon-177816_640Para entendermos como é nossa estrutura interna, o que faz agirmos tal qual agimos, imagine que você é uma armadura, como se fosse uma armadura medieval, ou seja, é o que dá suporte para que algo a ocupe, ou ainda um veículo onde algo ou alguém possa habitar.

Atualmente essa armadura está ocupada pela personalidade, que é uma forma energética criada para ocupar e dar vida a armadura, a medida que crescemos vamos moldando a personalidade de acordo com instruções recebidas por nossos pais, sociedade, amigos e interações com o meio onde vivemos. A personalidade “rouba” tanta energia, que achamos que somos nossa própria personalidade, mas na realidade não somos.

A personalidade associada a mente, realiza tão somente três coisas: pensa, sente e deseja. Através destas três ações, criam entidades astrais, tais como ira, gula, inveja, cobiça, etc. Através do pensar, desejar e sentir, colocamos energia nestas entidades e com isso criam vida no astral e partir de então, já não são apenas personalidade e mente que controlam a armadura, mas sim uma infinidade de entidades astrais disputando um espaço e aguardando uma oportunidade para assumir o controle da vida em que habitam.

Associado a personalidade temos a mente, a qual, deveria ser apenas uma ferramenta usada por nós, mas a mente se apoderou da armadura, e junto com a personalidade e as entidades é quem coordena nossas ações no mundo físico.

Muitos enganam-se achando que ter uma “personalidade forte” é uma virtude, mal sabem o tamanho do problema em que estão metidos! Abram os olhos! “Personalidade Forte” é sinônimo de distanciamento do Ser! Ter mente fortemente ativa não é ser sábio, ser inteligente não é sinônimo de sabedoria! Ter inúmeras características como nervosismo, ficção e compulsão por comida, bebida e/ou sexo não te faz único, te faz só mais uma pessoa adormecida e controlada por entidades, mente e personalidade.

Mundos Internos

a02Assim como existem o mundo das três dimensões no qual vivemos nossas experiências com o nosso veículo ou corpo físico, existem o mundo interno ou astral, um mundo suprassensível, que permeia todo o universo, perceptível através de outros tipos de sentidos que não os cinco sentidos do corpo físico.

Todos nós nos desligamos de nosso corpo e vamos ao mundo dos sonhos quando dormimos, mesmo que sejamos impedidos de lembrar, é um processo natural e necessário. Porém a maioria das pessoas o faz de forma inconsciente, sem perceber.

A viagem astral, é o meio de conseguirmos acessar essa outra dimensão, coletar informação sobre toda a verdade de quem somos, comprovar as informações expressas nestes textos, acessar a existências passadas, receber ensinamentos dos elementais da natureza de Mãe Gaia e do próprio Ser.

Existem diversas técnicas de viajem astrais facilmente encontradas em qualquer site de busca, mas questiono a você a eficácia de tais técnicas, este autor por anos realizou várias tentativas de diferentes técnicas sem sucesso. E afirmamos, na atual circunstância da humanidade, somente através da ajuda dos elementais da natureza obtemos resultados práticos a curto prazo.